23 de setembro de 2021
Anuncie Aqui
Sustentabilidade

MS pretende zerar emissão de gases do efeito estufa até 2030

Compromisso firmado pelo Governo do Estado faz parte da campanha global Race to Zero

5 AGO 2021 - 13h00min
João Marcelo Correia Sanches

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul publicou ontem (4) o Decreto nº 15.741, que formaliza a adesão oficial à campanha Race to Zero e ao Under2 Coalition, agendas globais que têm como meta zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2030. A Race to Zero será um dos principais temas da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26), que acontece em novembro em Glasgow, na Escócia. O decreto é assinado pelo governador Reinaldo Azambuja e o secretário Jaime Verruck, da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Setembro_Promocional_09

A campanha Race to Zero reúne 454 cidades, 1.397 empresas e 569 universidades de diferentes países que se comprometem a promover uma recuperação global sustentável, resiliente e com zero emissão líquida de carbono até 2050.

De acordo com o decreto, a Semagro terá um prazo de 12 meses para aderir às campanhas globais, por meio da aprovação do Plano de Ação Climática 2050 – que deverá contemplar metas intermediárias de redução de emissões de gases de efeito estufa, definidos pelo Protocolo de Quioto para os anos de 2030 e 2040, e a neutralização de emissões líquidas até 2050 – e do Plano Estadual MS Carbono Neutro, que visa a estabelecer o modelo de desenvolvimento baseado em uma economia de baixo carbono, na conservação e na valorização de ativos ambientais e na redução de passivos ambientais, com metas até 2030.

Nas palavras do titular da Semagro, Mato Grosso do Sul muda de patamar em relação à visibilidade nacional e internacional ao participar de uma campanha reconhecida mundialmente. “Foi um evento extremamente importante que reuniu autoridades e empresários brasileiros e estrangeiros. A grande preocupação na COP 26, que irá ocorrer ainda esse ano, é a questão de ações efetivas e as ações mundiais para a neutralização de carbono passam por políticas públicas e por medidas do setor privado. Nessa reunião, tivemos a participação de empresas que atuam no Mato Grosso do Sul, como a BRF, JBS e Suzano. É importante que a gente tenha um acordo operacional com essas empresas para que elas possam contribuir”, afirmou

A reunião foi organizada pelo Centro Brasil no Clima (CBC), em parceria com a Embaixada do Reino Unido, e contou com a participação do Embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Wilson; do presidente designado da COP26, Alok Sharma; de Gonzalo Muñoz, Campeão de Alto Nível para Ação Climática da Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima; CEOs e representantes de mais de 100 empresas brasileiras, como Movida, BRF, Azul, AMBEV, Banco do Brasil, Malwee, Klabin, JBS, Natura, além e gestores e autoridades municipais e estaduais.

Programas e ações do governo fomentam sustentabilidade – O secretário lembrou que o Governo do Estado implementou uma política pública de sustentabilidade em seus programas e ações. “Mato Grosso do Sul já deu passos fundamentais no combate ao desmatamento ilegal, com ferramentas como o CAR. Outro ponto fundamental é a questão da mudança do uso do solo, fazendo com que as áreas que são incorporadas no processo produtivo se deem em agricultura de baixo carbono. Também temos nos destacado no uso de tecnologias sustentáveis, como a integração lavoura pecuária, que permite que a gente faça a mitigação de emissões, tendo como alguns exemplos a carne carbono neutro e a carne orgânica e sustentável do Pantanal”, afirmou.

O titular da Semagro destacou ainda a matriz energética limpa de Mato Grosso do Sul. “A produção de energia do Estado tem como matrizes a água, a biomassa e agora, expandindo significativamente, a energia solar. Outro ponto importante é o etanol, energia limpa que pode substituir as emissões decorrentes do óleo diesel e de combustível fóssil. Por fim, temos o nosso Plano Estadual de Conservação de Solo e Água, por meio do qual já recuperamos áreas em Bonito, Novo Horizonte do Sul e neste ano devemos iniciar ações na região do ConiSul”, finalizou Jaime Verruck.

(Com informações da assessoria da Semagro)

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Motociclista tem mal súbito e morre em rua da Santa Terezinha

2
Aquidauana

Câncer tira a vida de Lilian, agente comunitária de saúde em Aquidauana

3
Geral

Inmet alerta: vendaval na região pantaneira e para outras 33 cidades de MS

4
Geral

Velório de Lilian Oliveira está sendo realizado nesta quarta-feira

Informe Publicitário

Informe

Só a Dale Sorvetes tem delícias geladas por apenas R$ 1,50!

Previsão do Tempo

min22 max36

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min22 max36

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Não...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

ESCOLA PARTICULAR IRENE CICALISE

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Associações e Sindicatos

Delegacia Sindical dos Artesões de Aquidauana Associação

Praça dos Estudantes, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 9601-2585
Médicos

Auracélia da Silva Marques Barbero

Rua 07 de Setembro, 1193 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3665 / 998
Locadora de Veiculos

JJ Locadora de Veículos e Motos

Rua Coronel Ponce, 1568 Centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 9246-7744
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo