18 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Política

Para Temporão, derrota marca fim do PAC da Saúde

14 DEZ 2007 - 11h04min
estadão

A derrubada da CPMF pelo Senado praticamente pôs fim também ao PAC da Saúde, lançado pelo governo há cerca de uma semana. Os R$ 24 bilhões que se pretendia investir na expansão dos serviços de saúde, construção e reforma de hospitais e, principalmente, no reajuste das tabelas de pagamento do Sistema Único de Saúde (SUS) desapareceram das previsões do governo.


Sem a CPMF, o governo a rigor não tem hoje recursos nem mesmo para cumprir o orçamento de R$ 40,1 bilhões para 2008, já que a metade desse dinheiro vem do imposto do cheque. Mas, como a Constituição obriga a manter o investimento na saúde de um ano para outro, mais a variação nominal do Produto Interno Bruto (PIB), terá de cortar em outro lugar para fazer a compensação.


"A saúde era um problema que estava resolvido e agora não está mais", disse o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, depois de se reunir com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o mais afetado de todos, José Gomes Temporão. Durante o encontro, a piada recorrente era de que o ministro da Saúde tinha amanhecido, de repente, R$ 40 bilhões mais pobre. ?Saímos de uma situação em que tudo levava a crer que teríamos um acordo histórico para a saúde, em que todos ganhavam, para essa realidade desastrosa?, disse Temporão. "Foi um processo absolutamente contaminado por disputas partidárias".


O governo terá de assegurar os R$ 40 bilhões em 2008, mas não há garantias de que possa manter o planejamento feito no PAC da Saúde. Os recursos estão previstos na regulamentação da Emenda 29, que garante os índices mínimos de investimento no setor devidos por esfera de governo. A lei da regulamentação previa que esses recursos extras também viriam da CPMF, aumentando gradualmente a parte da contribuição devida à saúde. "Não sei ainda como vamos fazer. Esse é mais um subproduto desse processo político", disse Temporão. De acordo com o ministro, é provável que a regulamentação tenha de voltar à Câmara para ser refeita. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Prejuízo: Carro é danificado após 'cair de frente' em buraco em Anastácio

2
Policial

Homem de 81 anos é assassinado com facada na barriga

3
Policial

Homem é preso por incendiar carro por dívida de R$ 50 em Jardim

4
Brasil

Anvisa decide autorização emergencial para uso de vacinas

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min19 max26

Aquidauana

Sol com muitas nuvens a nublado com chuva no fim da manhã. Tarde e noite chuvosas.
min19 max26

Anastácio

Sol com muitas nuvens a nublado com chuva no fim da manhã. Tarde e noite chuvosas.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,75m
Miranda
2,81m
Paraguai
0,64cm

Colunas e Blogs

Mariana Thomé

Corrupção: o mal que deve ser inibido e que impede o ...

Rosildo Barcellos

Pneu verde

Valdemir Gomes

Vou...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Médicos

Roberto Trindade - Ginecologista

Rua Duque de Caxias, 657 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3727
Pesqueiros

Pousada Amarelinho

Acesso pelo Frigorífico, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2828/99186
Supermercados

Supermercado Princesa 3

7 de Setembro, 1029 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3989/3241-
Ver Mais
Fale com a redação