16 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Política

PSDB vai esperar PT para definir candidatura em São Paulo

18 JAN 2008 - 09h01min
conjuntura on line

O PSDB vai esperar a posição da ministra do Turismo, Marta Suplicy (PT), para definir a candidatura da legenda à prefeitura de São Paulo. Apesar da posição do partido, a corrente que defende o nome do ex-governador Geraldo Alckmin cobra uma solução rápida.


A decisão foi definida em reunião na quarta-feira entre o presidente do PSDB, senador Sergio Guerra (PE), o governador de São Paulo, José Serra, e o líder do partido no Senado, Arthur Virgílio (AM). Guerra e Virgílio também reuniram-se com Alckmin.


Apesar das pressões dos petistas, Marta já informou que tem até junho para anunciar sua posição.


"Se eles não têm pressa, por que vamos ter?", disse Virgílio à Reuters por telefone. "Se eles que têm uma situação mais precária, com uma opção só, têm um prazo largo, por que temos que decidir agora?"


O senador disse que a escolha do candidato não será "junto com a do rei Momo" e contou que as conversas internas do partido só serão retomadas depois do Carnaval.


Serra, assim como o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, deseja a manutenção da aliança com o Democratas tendo o prefeito Gilberto Kassab como candidato à prefeitura na eleição de outubro. Reservam ao ex-governador Geraldo Alckmin a candidatura ao governo paulista em 2010 e querem convencê-lo disso.


Já os que apóiam Alckmin almejam que ele seja o candidato de consenso à prefeitura, contando com o apoio do DEM.


As articulações dos dois grupos têm se intensificado, e enquanto Serra se reuniu esta semana com Guerra, aliados de Alckmin agendaram encontro na residência do deputado estadual Bruno Covas em São Paulo na próxima segunda-feira.


"Pode ser o caso de esperar pelo PT, o partido está fazendo esta discussão. Mas eu acho, por defender a candidatura do Geraldo, que precisamos definir logo, senão a divisão do partido fica exposta", disse Bruno à Reuters nesta quinta-feira.


Alckmin tem na família Covas apoio constante desde que foi vice do ex-governador paulista Mario Covas (1995-2001). Alckmin sucedeu Covas após sua morte em 2001.


"Só vai ter sentido tomar uma posição se o PSDB conseguir sair unido. Não faz sentido, com um adversário forte (PT), ir rachado para a eleição", disse Bruno, neto de Mario Covas.


O deputado considera que mesmo a opinião de uma liderança como FHC a favor de Kassab não é definitiva. "Ele não é proprietário do partido", reage. 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Polícia fecha boca de fumo e encontra droga na calcinha de traficante em Aquidauana

2
Aquidauana

Bolsa Família itinerante inicia atendimento em Aquidauana

3
Aquidauana

Idosos de 78 e 88 anos são novas vítimas do coronavírus em Aquidauana

4
Aquidauana

Estilo rústico de Lucimeire e Fabiano se fez presente até no ensaio de revelação do bebê

Vídeos

Temporal durante a madrugada causa alagamentos e deixa moradores ilhados em Corumbá

Tata Werneck responde fã que comparou Aquidauana a ''Aquidauanus'' no instagram

Marca P Remates realiza 1° leilão de corte de 2021

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min23 max30

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min23 max30

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
3,20m
Miranda
2,81m
Paraguai
0,64cm

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

Solidão, Solidariedade, Solicitude

Valdemir Gomes

Sei...

Giovani José da Silva

HISTÓRIAS DE ADMIRAR: NÃO HÁ LUGAR PARA TODOS NO PÓ...

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Restaurantes

Churrascaria O Laçador I

AV. Integração, 601 centro - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3245 0114
Restaurantes

Restaurante e Chopperia Moderna

Rua Augusto Mascarenhas, 573 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 8100
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Panificadora Pantanal

R. Estevão Alves Corrêa, 1981 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3999
Ver Mais
Supermercado Seriema 16/01/2021
Fale com a redação