28 de janeiro de 2021
Anuncie Aqui
-->
Pandemia

Senadores defendem distribuição uniforme de vacinas contra Covid-19

Nelsinho Trad quer garantir que nenhuma cidade fique sem vacina

12 JAN 2021 - 08h56min
Agência Senado

Senadores estão preocupados em garantir que a distribuição de vacinas contra a Covid-19 seja homogênea em todo o território brasileiro. Um projeto de lei nesse sentido (PL 4.023/2020) foi aprovado pelo Senado em dezembro e agora espera votação na Câmara dos Deputados. De autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), o texto estabelece critérios técnicos de distribuição, como dados demográficos, epidemiológicos e sanitários, e a transparência na disponibilização do produto, por meio de dados na internet.

Em entrevista à Agência Senado, o relator da matéria, senador Nelson Trad (PSD-MS), o Nelsinho, observou que a preocupação dos parlamentares é garantir que nenhuma cidade ou estado fique prejudicado ou tenha a imunização atrasada. O parlamentar defende que a vacinação siga a sistemática já adotada para outras campanhas do Programa Nacional de Imunizações (PNI), determinadas pelo Ministério da Saúde em âmbito nacional, respeitadas as especificidades regionais e locais.

"Claro que essa determinação, quanto à distribuição, vai depender do tipo de vacina aprovada pela Anvisa, inclusive sobre os tipos de refrigeração, se terão uma logística mais condizente com o território brasileiro, que é continental, com altas temperaturas. Mas o nosso intuito é a garantia de uma distribuição homogênea, transparente e totalmente voltada à sua uniformidade em todo o território brasileiro. Isso significa que não haverá estado mais priorizado do que outro. A coordenadoria de imunização do Ministério da Saúde promove campanhas denominadas Dia D da Vacinação, e a gente observa que eles têm expertise para esse enfrentamento", afirmou.

A proposta determina também que os grupos mais vulneráveis sejam priorizados na vacinação, inserindo essa obrigatoriedade na Lei 13.979, de 2020, que regula as ações emergenciais de enfrentamento à pandemia. Essa medida, segundo o projeto, deverá seguir parâmetros científicos estabelecidos em regulamento. Nelsinho observa que o texto mantém a prerrogativa dos órgãos técnicos do Poder Executivo de estabelecer esses critérios.

“De fato, essas são decisões essencialmente técnicas, que exigem embasamento científico, de competência das autoridades sanitárias e das instâncias decisórias do SUS, com necessário suporte das instituições acadêmicas e de pesquisa científica da área de saúde pública. Ao Congresso Nacional, por sua vez, cabe debater e fiscalizar as medidas implementadas pelo Poder Executivo nesse campo, mas não lhe é atribuído definir em detalhes tais medidas, que fogem ao escopo das decisões de cunho político”, explica no parecer.

No relatório, Nelsinho Trad também cita a gravidade da pandemia, especialmente no Brasil, e pondera que a disputa entre países pela vacina leva a crer que a imunização é o único modo efetivo de enfrentar a doença. Segundo o senador, apesar de o PL 4.023/2020 não introduzir grandes mudanças na legislação, sua aprovação pelos congressistas ajudará a dar mais publicidade ao processo de seleção de grupos populacionais prioritários para a imunização contra a covid-19.

O autor, Alessandro Vieira, ressaltou, quando da aprovação do projeto no Senado, que o texto não tenta impor a vacinação. "Vamos conseguir garantir vacina gratuita, efetiva e funcional para aqueles brasileiros que desejarem se vacinar. É muito importante [afirmar isso] neste momento de desinformação, de campanhas de fake news. O projeto de lei não torna a vacina obrigatória para nenhum cidadão. Torna apenas garantida a sua disponibilidade para aqueles que a desejarem".

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Após divulgar notas de falecimento na cidade, dona Vicentina gravou a divulgação da própria morte

2
Geral

Aquidauana amanhece sem serviços de telefonia móvel da claro

3
Policial

PRF apreende cerca de R$ 3 milhões escondidos com passageiro de ônibus em MS

4
Anastácio

Anastácio registra morte de idosa de 70 anos por coronavírus

Vídeos

Após chuvas, árvore cai em cima do telhado de residência em Corumbá

Com período chuvoso intenso, rio Aquidauana sobe e chega a 5 metros

Após acidente de trânsito envolvendo carro e moto, vítima é levada para pronto socorro

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min24 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.
min24 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
5,64m
Miranda
7,46m
Paraguai
1,26cm

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

A...

Mariana Thomé

Corrupção nas empresas: o que o compliance tem a ofer...

Raquel Anderson

Dialeto caipira, uma maravilha!

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hospitais/Postos de Saúde

Posto de Saúde Dr. Cândido Pinheiro Filho

R. Duque de Caxias, s/nº Bairro: Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3704 / 324
Bares/Panificadoras/Lanchonetes

Fest Já

Rua Estevão Alves Corrêa, 1741 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3740
Pesqueiros

Pesqueiro do Barbosa

Distrito de Camisão, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 96157369
Ver Mais
Fale com a redação