X
Política

TSE nega liminar e veta diplomação de prefeito eleito sub judice em MS

Klabunde alega que não há provas de sua intenção em fraudar prestação de contas / Reprodução/facebook

O ministro Mauro Campbell Marques, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), negou pedido de liminar do prefeito eleito sub judice de Paranhos, Heliomar Klabunde (MDB). O emedebista tentava suspender acórdão do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) que declarou sua inelegibilidade.

Com a derrota, ele, que obteve 61,67% dos votos válidos, segue impedido de ser diplomado. Klabunde teve as contas rejeitadas pelo TCU (Tribunal de Contas da União), relativas a convênio com o Governo Federal, enquanto era gestor do município.

No pedido, ele alegava que a punição teria prescrito e que não haveria provas de sua intenção em fraudar a prestação de contas. O relator, no entanto, afirmou que a decisão do TRE-MS está alinhada com o TSE.

Tramita, ainda, outro recurso no TSE, também nas mãos do ministro Campbell. Além de Klabunde, outros dois prefeitos eleitos sub judice tentam reverter impugnação para tomar posse. Dalto Fiúza, de Sidrolândia, e Álvaro Urt, de Bandeirantes. As informações são do Jornal Midiamax.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Meio Ambiente

Decreto de emergência em MS garante celeridade na resposta aos incêndios florestais

Pantanal vive nova tragédia ambiental

Segurança

INSS confirma exposição de dados de até 40 milhões de segurados

Cadastro de aposentados e pensionistas teve segurança reforçada

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo