X
Política

Vilipêndio religioso: Vaz repudia especial da Netflix

O deputado estadual Antônio Vaz (Republicanos-MS) se manifestou na tribuna, durante a sessão plenária desta quinta-feira (12) para repudiar o enredo do filme 'A Primeira Tentação de Cristo'. A obra satiriza o retorno de Jesus após 40 dias de jejum no deserto. A encenação do grupo Porta dos Fundos é um especial de natal que está em exibição na Netflix.

Para o parlamentar o filme do Porta dos Fundos satiriza a vida de Jesus Cristo e enquadra como prática de intolerância e vilipêndio religioso.

“Não se pode confundir liberdade de expressão, de manifestação artística com a ofensa a uma crença”, ressaltou Antônio Vaz. Para o deputado, nenhum direito é absoluto e nem deve ser usado para a prática de ilícitos. “Em repúdio a essa obra, eu mesmo já cancelei minha assinatura do canal Netflix. O patrocinador desta produção cinematográfica que zomba e vilipendia o Senhor precisa sentir no bolso as consequências deste desrespeito” completou Vaz.

Antônio Vaz é autor do Projeto de Lei que pretende criminalizar o vilipêndio de dogmas e crenças relativas à religião cristã sob a forma de sátira, ridicularização e menosprezo, em tramitação na Assembleia Legislativa de MS. O deputado republicano pediu empenho dos seus pares para a aprovação da lei de sua autoria.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Tecnologia

Operadoras de jogos online deverão prevenir lavagem de dinheiro

Medida foi publicada nesta sexta no Diário Oficial

Chamas

FAB lançou 336 mil litros de água para combater incêndios no Pantanal

Desde o fim de junho, força aérea fez 28 voos de apoio ao bioma

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo