26 de julho de 2021
Anuncie Aqui
Saúde

Com 34 óbitos, dengue também traz preocupação a MS

De janeiro ao dia 13 de maio deste ano, Mato Grosso do Sul contabilizou 56,1 mil casos notificados

15 MAI 2020 - 06h47min
Assessoria

Com 80% dos focos do Aedes aegypti proveniente das residências, a dengue é motivo de preocupação no Estado de Mato Grosso do Sul. Em 2020, segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), já foram registrados 34 óbitos, 54,5% a mais que as mortes contabilizadas em todo o ano passado (22 vítimas da doença).

Oral Sin_01

Para a diretora-geral de Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho, os números são alarmantes diante da alta incidência em todos os municípios do Estado. “Infelizmente, muitas pessoas não estão colaborando, existem muitos criadouros nas residências que precisam ser eliminados pelos próprios moradores, considerando que 80% dos criadouros se concentram nas residências”.

De janeiro ao dia 13 de maio deste ano, Mato Grosso do Sul contabilizou 56,1 mil casos notificados de dengue no Estado, o segundo maior do País e o segundo maior patamar visto desde 2013, abaixo apenas do total registado no ano passado. “O número pode ser ainda maior que a realidade, considerando que por receio ao coronavírus, a população pode estar evitando ir aos postos de saúde, o que não pode acontecer já que o atendimento tardio pode piorar a situação do paciente”.

Segundo o boletim epidemiológico da dengue, os municípios de Nova Andradina, São Gabriel do Oeste e Douradina são os que registram a maior incidência de casos, de 6,3 mil; 6,1 e 6 mil casos para cada 100 mil habitantes, respectivamente. Campo Grande é o local com maior número absolutode casos, com 11 mil notificações ao longo deste ano.

Larissa alerta a população para que, mesmo durante o inverno, seja mantido e até mesmo intensificado o manejo ambiental, ou seja, a eliminação de criadouros. “Mesmo durante o frio, ainda assim ocorre a transmissão. Aqui no Estado a ocorrência do Aedes é o ano todo”.

Para o titular da Secretaria de Saúde, Geraldo Resende, o atual momento em que se faz necessário o isolamento social devido ao coronavírus é propício para que a população faça o devido combate ao mosquito da dengue, aumentando os cuidados com a limpeza das casas e terrenos: “Aproveite o isolamento social para verificar nas residências se existe o criadouro do mosquito da dengue”.

 

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Fiscal da Vigilância Sanitária leva soco durante fiscalização

2
Geral

MPF recomenda a demarcação física da Terra Indígena Taunay-Ipegue

3
Miranda

Corpo de Bombeiros presta homenagem a prefeito de Miranda e à memória de Edson Moraes

4
Esportes

Brasil empata com Costa do Marfim no futebol masculino

Informe Publicitário

Informe

Concorra R$ 5 mil em prêmios no Atlântico Supermercados!

Previsão do Tempo

min19 max37

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min19 max37

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,94m
Miranda
1,77m
Paraguai
1,17m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Todos...

Rosildo Barcellos

Aruanã Etô – É o lugar das máscaras !

Gabriel Novis Neves

A GRATIDÃO TAMBÉM É VIRTUDE ETERNA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Auto Posto

Auto Posto WA I

Rua 07 de Setembro, 1195 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Auto Posto

Auto posto WA II

Rua Oscar Trindade de Barros, Santa terezinha - 79200-000 Aquidauana/MS (67)
Ponto de Táxi

Ponto de Táxi Nº 6

Praça Afonso Pena, s/n - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2774
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo