22 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Saúde

Janeiro Roxo: SES reforça as ações de mobilização e conscientização sobre Hanseníase em MS

23 JAN 2021 - 12h41min
SES MS

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul, por meio do Programa Estadual de Controle da Hanseníase, realiza a mobilização para o ‘Janeiro Roxo’, que é o mês alusivo a hanseníase e acontecem ações em todo o país. O tema deste ano será " O enfrentamento ao estigma e discriminação'.

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Junho21 - 02

Neste mês o Programa lança estratégias de apoio as ações de mobilização para o controle da doença, com o objetivo de ampliar a conscientização da população sobre a Hanseníase no Estado. Por isso, no mês da campanha a SES programou diversas atividades em parceria com os Programas Municipais, Hospital de Referência e LACEN para reforçar e desenvolver as ações de controle sobre a doença.

Para a Gerente Técnica do Programa Estadual de Hanseníase da SES, Geisa Poliane de Oliveira, dentre as estratégias e ações programadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). “Vamos enfatizar sobre estigma e discriminação da doença, sobre o diagnóstico precoce e o tratamento oportuno como forma de eliminar fontes de infecção e interromper a cadeia de transmissão da doença. A abordagem frente a avaliação de incapacidade física é outro ponto fundamental que vamos debater, já que a hanseníase tem alto poder de causar incapacidades e deformidades físicas, que são um dos principais responsáveis pelo estigma e discriminação às pessoas que tem ou tiveram a doença”.

Atualmente o Estado apresenta 381 casos em tratamento, sendo que nos anos de 2010 a 2017 a média de casos novos era de 681 casos. Em 2019 foram diagnosticados 477 novos casos. “Esta queda dos casos pode estar relacionada à baixa procura nas unidades de saúde por pessoas com suspeita da doença.

Por isso, há necessidade de ampliar a divulgação da doença e a sensibilização na comunidade, e de oferecer capacitação aos profissionais de saúde sobre o manejo clínico dos doentes e da busca ativa de casos suspeitos”, explica a gerente.

Outro ponto sobre a baixa procura ocorreu em razão da pandemia da Covid-19. “Muitas pessoas também deixaram de procurar às unidades de saúde por este motivo, mas a pandemia também nos impossibilitou quanto a execução de várias estratégias sobre a doença em todos os níveis”, avalia Geisa.

Quanto a conscientização sobre o ‘Janeiro Roxo’ no controle da Hanseníase, a gerente reforça: “É necessário alertar a população sobre sinais e sintomas da doença, estimular a procura pelos serviços de saúde e mobilizar profissionais de saúde na busca ativa de casos, favorecendo assim, o diagnóstico precoce, o tratamento oportuno e a prevenção das incapacidades”.

Sobre a Hanseníase

A hanseníase é uma das doenças mais antigas da humanidade, atinge pele e nervos, e quando não tratada pode causar incapacidades físicas e deformidades. A doença acomete pessoas de qualquer sexo e idade. A transmissão se dá por meio de vias aéreas respiratórias (pelo ar), através do convívio prolongado com paciente sem o tratamento.

Principais sinais e sintomas são: lesões ou manchas na pele (esbranquiçadas, acastanhadas ou avermelhadas) com alteração da sensibilidade térmica (ao calor e frio) e/ou dolorosa (à dor) e/ou tátil (ao tato); formigamentos, choques e câimbras nos braços e pernas, que evoluem para dormência (a pessoa se queima ou se machuca sem perceber); áreas com diminuição dos pelos e do suor; diminuição e/ou ausência da força muscular na face, mãos e pés; edema de mãos e pés com arroxeamento dos dedos e ressecamento da pele.

Diagnóstico: é essencialmente clínico epidemiológico, realizado por meio de exame da pele e dos nervos, para identificar lesões com alteração de sensibilidade e alterações motoras.

Tratamento: é realizado através da associação de medicamentos, fornecidos gratuitamente pelo SUS, disponíveis em qualquer unidade se saúde.

Ação Programática do Janeiro Roxo

Em parceria com a Fiocruz, o Programa Estadual de Controle da Hanseníase da SES, realiza no próximo dia 27, às 8 horas, a palestra com o tema "Abordagem de Enfermagem ao Paciente com Hanseníase", ministrado pela Gerente Técnica do Programa Estadual de Hanseníase da SES, Cleide Aparecida Alves, do Programa Estadual de Hanseníase. A palestra faz parte da programação curso de verão “Sistematização da Assistência de Enfermagem em Doenças Infecciosas e Parasitárias (Dip)”, realizado pela Fiocruz, que acontece entre os dias 25 e 29/01.

No dia 28, às 9 horas, acontece a web aula organizada pelo Programa Estadual com o tema “Hanseníase: Manejo Clínico e Fluxo de Atendimento”. Com participação do Hospital São Julião (referência no tratamento da doença) e da Coordenação Geral de Doenças em Eliminação/ Ministério da Saúde. A web aula é voltado exclusivamente para os profissionais de saúde estaduais e possibilitará entendimento sobre estigma e discriminação enfrentado pelo paciente; epidemiologia da doença no Estado e no Brasil; diagnóstico, classificação operacional e o papel da referência.

O curso será mediado pela Gerente Técnica do Programa Estadual de Hanseníase, Geisa Poliane de Oliveira, e contará com o Médico Dermatologista Coordenador da equipe de assistência a hanseníase do Hospital São Julião, Augusto Brasil. Além da participação da Coordenadora Geral das Doenças em Eliminação/ Ministério da Saúde, Carmelita Ribeiro Filha. A carga horária será de 3 horas.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Geral

Fogo em caixa eletrônico no Atlântico Super Center é controlado

2
Geral

Padaria & Conveniência Dois Irmãos está atendendo em novo local; saiba onde

3
Charges

Relojeiro do Mercadão, Wilson morre em Aquidauana por complicações da covid-19

4
Aquidauana

"Figurinhas carimbadas", por onde é que anda o famoso seu Birigui e a briguenta Velha da Chuva?

Informe Publicitário

Informe

View Energy garante economia de até 95% na sua conta de luz!

Previsão do Tempo

min17 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min17 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,11m
Miranda
2,21m
Paraguai
1,54m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Vou...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

PARTE XXI: AUTOESTIMA FEMININA: FORTIFICÁ-LA!

Gabriel Novis Neves

EDUCAÇÃO

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Hospitais/Postos de Saúde

Hospital da Cidade - Associação Aquidauanense de Assistência Hospitalar

R. Manoel Antonio Paes de Barros, 1424 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3636
Médicos

Flavio Arima - Ortopedista

Rua Duque de Caxias, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-8727
Médicos

Roberto Trindade - Ginecologista

Rua Duque de Caxias, 657 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3727
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo