X
Direitos

MPF atua para garantir a vacinação para indígenas urbanos e não aldeados

União e prefeitos recomendados têm 48 horas para responder se adotam as medidas

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à União que promova o cadastramento de todos os indígenas que moram em áreas urbanas de municípios sul-mato-grossenses abrangidos pela recomendação, para que sejam incluídos também no planejamento da vacinação contra a covid-19.

De acordo com a Recomendação nº 01/2021, enviada à Secretaria Especial de Atenção à Saúde Indígena e ao Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei/MS), União e municípios devem promover campanhas de conscientização junto aos indígenas, visando a vacinação do grupo prioritário. Além disso, enquanto durar a campanha de vacinação contra a covid-19, deve ser reservada aos povos indígenas a quantidade de vacinas necessárias.

O estado de Mato Grosso do Sul já recebeu dois lotes de vacinas para distribuição entre os municípios, no total de 180 mil doses, para que seja executada a primeira fase da campanha de vacinação.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia Civil prende suspeitos de latrocínio em Ribas do Rio Pardo

Taxista foi assassinado e Corolla levado para Campo Grande

Política

Ação Ambiental realiza conscientização na Biblioteca SESI de Aquidauana

Atividade contou com a participação das crianças do projeto de robótica da biblioteca e alunos do 2º ano da Escola Municipal Erso Gomes

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo