X
Tecnologia

Brasil passa EUA e é o novo rei do spam, diz pesquisa

Um novo mercado emergente se apresenta como o maior produtor de spam: o Brasil, que virou o novo "rei do spam", publicou a revista de economia "Forbes" nesta terça-feira (8).


O Brasil foi responsável por 7,7 trilhões de mensagens de spam [e-mails indesejados] no ano até novembro, segundo pesquisa da empresa Cisco. Isso é quase o triplo da produção do país no ano passado.


Esse resultado também coloca o país à frente dos Estados Unidos, que mandou 6,6 trilhões de mensagens de spam no mesmo período neste ano. Em 2008, o resultado norte-americano foi de 8,3 trilhões de spams.


De acordo com a "Forbes", o tradicional país emergente produtor de spam era a China, agora também ultrapassada pelo Brasil.


De acordo com o pesquisador de segurança da Cisco Patrick Peterson, o país sofre com a mesma epidemia de lixo de e-mails que outras nações em rápido crescimento experimentaram enquanto se conectavam à internet.


"O Brasil teve um crescimento muito rápido na banda larga, mas sem educação do usuário, antivírus, firewalls e programas de provedores que estão cortando o spam nos EUA", analisa ele.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Operação desarticula rede de venda ilegal de produtos impróprios em Itaporã

Na ação, denominada Operação Honey & Meat, três comerciantes foram presos

Saúde

Ministério da Saúde inicia plano para vacinar 130 mil indígenas

Ao longo do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas, serão ofertadas 240 mil doses. Ação começa neste sábado (13), em Oiapoque (AP), com a presença da ministra Nísia Trindade

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo