X
Tecnologia

França multa Google em US$ 430 mil por digitalizar livros sem permissão

Um tribunal francês condenou a empresa Google a pagar multa de 300 mil euros (US$ 430 mil) em danos e prejuízos por digitalizar sem permissão livros protegidos por direitos autorais, publicou o jornal "El País".


A responsável pela acusação, que se sente prejudicada pela digitalização, é a editora La Martinière, que produz publica linhas importantes de livros como Le Seuil, informa o jornal "Le Monde".


O juiz adverte o Google a abandonar a digitalização de obras protegidas. Caso contrário, se arriscará a novas multas. A La Martinière reivindicava 15 milhões de euros (US$ 21,5 milhões).


A nova sentença segue conflitos similares já enfrentados pelo gigante da internet, especialmente envolvendo autores e editores dos Estados Unidos, que está sendo examinado em tribunal de Nova York.


O Google já digitalizou cerca de 7 milhões de livros em todo o mundo para oferecê-los on-line.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Hemosul convoca doadores de sangue neste fim de semana

Ação visa abastecer estoque de tipagens

Saúde

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Seis estados e o Distrito Federal decretaram situação de emergência

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo