19 de outubro de 2021
Anuncie Aqui
Tecnologia

Justiça nega recurso e mantém bloqueio de WhatsApp

3 MAI 2016 - 09h30min
Agência Brasil
O bloqueio do WhatsApp em todo o país por 72 horas, a contar das 14h de ontem (2), está mantido após o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE) negar um recurso contra a decisão apresentado pela empresa que administra o aplicativo de troca de mensagens.
 
O desembargador Cezário Siqueira Neto manteve, durante o plantão noturno, a medida cautelar que ordenou a interrupção do serviço, alegando que o argumento da empresa Facebook, dona do WhatsApp, de que deve resguardar a privacidade de seus usuários serve na verdade para encobrir interesses patrimoniais da empresa.
 
?Neste primeiro momento, percebo que a impetrante, em verdade, minimiza a importância da investigação criminal de componentes de organização criminosa que utilizam o aplicativo em questão, escamoteando a gravidade do delito supostamente praticado [tráfico interestadual de drogas], sob a pecha de garantir o direito à intimidade de seus usuários?, escreveu o desembargador em sua decisão.
 
O WhatsApp está sem funcionar desde as 14h de ontem, quando todas as prestadoras de serviços de telefonia móvel foram intimadas a cumprir determinação do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE), a pedido da Polícia Federal e do Ministério Público.
 
O juiz é o mesmo que em março ordenou a prisão do vice-presidente na América Latina do Facebook, Diego Dzodan, sob motivação igual: o aplicativo não cedeu à Justiça informações e mensagens relacionadas a uma investigação sobre tráfico de drogas.
 
O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, afirmou ontem (2) que o bloqueio do WhatsApp em todo o país é uma medida desproporcional porque acaba punindo os usuários do serviço. ?O WhatsApp deve cumprir as determinações judiciais dentro das condições técnicas que ele tem. Mas, evidentemente o bloqueio não é a solução?, disse.
 
Por meio de nota divulgada ontem (2), o WhatsApp se disse desapontado com a decisão da Justiça brasileira: "Depois de cooperar com toda a extensão de nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu, mais uma vez, ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil. Esta decisão pune mais de 100 milhões de brasileiros, que dependem do nosso serviço para se comunicar, administrar seus negócios e muito mais, para nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que não temos."
 
Nas redes sociais, diversos usuários reclamaram da interrupção do serviço, que é um dos mais utilizados por brasileiros para a troca de mensagens por meio do celular com acesso à internet.
 
Segundo especialista ouvido pela Agência Brasil, o bloqueio fere o Marco Civil da Internet.

Atlântico Super Center - terça verde do real (19Out)_9
 

Veja também

Mais Lidas

1
Entretenimento

Marcos Palmeira e José Loreto chegam para gravação de "Pantanal"

2
Entretenimento

Açaí tem gosto de terra? Pois o tamanduá decidiu tirar a dúvida por conta própria

3
Policial

Fronteira em alerta após ameaças de ataque do PCC

4
Geral

Últimas três vítimas de naufrágio em Corumbá ainda serão veladas

Informe Publicitário

Informe

IVRNET: compromisso pela melhor internet na região

Previsão do Tempo

min20 max31

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min20 max31

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

EIS QUE CHEGOU...

Valdemir Gomes

Como...

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Segurança Predial

Proteção Geral

Rua Pandiá Calógeras - em frente a Enersul, 514 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-1074
Médicos

Carlos Eduardo Nunes - Anestalsiologista

Hospital da Cidade, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-3636
Auto Posto

Posto Mercúrio

Marechal Mallet, 957 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2770
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo