18 de setembro de 2020
Anuncie Aqui
-->
Tecnologia

Site da ONU é reparado após ataque de hackers

14 AGO 2007 - 08h13min
reuters

Hackers invadiram o site da Organização das Nações Unidas (ONU) no fim de semana, o que na segunda-feira obrigou a entidade a parar de divulgar novas informações pela Internet enquanto técnicos avaliam o sistema, segundo funcionários.


Na madrugada de domingo, os hackers desfiguraram páginas do site oficial reservadas ao secretário-geral Ban Ki-moon com slogans acusando Israel e os EUA de matarem crianças.


A ONU rapidamente retirou essas mensagens, mas na segunda-feira parou de atualizar o site enquanto o sistema era avaliado, segundo Michele Montas, porta-voz de Ban. Ela disse que, além do site principal da ONU, foram atacadas também páginas do Conselho Econômico e Social e do Programa Ambiental da ONU.


A porta-voz disse que a ONU está investigando o caso e que "uma rápida ação foi tomada para evitar danos ao sistema de informática". Ela acrescentou que informações financeiras não foram afetadas.


Na página do secretário-geral, havia uma mensagem que ficava sendo repetida, num inglês cheio de corruptelas. "Hackeado por 'kerem125 M0sted' e 'GSy' - este é um cyber-protesto, ei, Israel e EUA, não matem crianças e outras pessoas, paz para sempre, chega de guerra", dizia o texto na tela, reproduzida em vários blogs. Um dos três hackers dizia ser turco.


"Os perpetradores parecem ter usado uma técnica bem conhecida e altamente evitável, chamada injeção de SQL, que tira vantagem de uma programação errada no banco de dados para ativar linhas de código maliciosas", disse a Cnet, empresa especializada na edição de softwares, em seu site.


Segundo Montas, as páginas do secretário-geral e de notícias (HTTP://www.UN.org/news) foram restituídas em poucas horas. Em e-mail ao site news.com, da Cnet, o programador italiano Giorgio Maone, que já trabalhou na ONU, diz que os funcionários da entidade "acabam de lançar um remendo cosmético, que esconde (a vulnerabilidade) dos testes mais óbvios, mas não pode evitar um ataque". O italiano ofereceu ajuda à ONU.


No site www.M0sted.org há uma lista de sites supostamente hackeados pelo grupo, o que inclui os sites das universidades Harvard (EUA) e Norfolk (Grã-Bretanha) e do Hospital Universitário de Norwich (Grã-Bretanha), segundo o Cnet.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Policial

Condenado a 17 anos, Palhaço Sabiá diz que não tinha intenção de matar a ex

2
Política

Confira lista: MDB tem 20 candidatos ao cargo de vereador em Aquidauana

3
Policial

Secretaria de Educação suspende professor preso em operação contra pedofilia

4
Política

PT confirma Cipriano Mendes e Taynara Terena na disputa pela prefeitura de Aquidauana

Vídeos

Incêndio de grandes proporções consumiu atacadista, em Campo Grande

Em mais um acidente na MS-450, bombeiros resgatam vítima das ferragens

Onça-parda é flagrada 'passeando' por bairro e assusta moradores

Ver mais Videos

Previsão do Tempo

min22 max39

Aquidauana

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.
min22 max39

Anastácio

Sol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
1,83m
Paraguai
1,01m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

O...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

"EXPANDIR-SE..."

Rosildo Barcellos

A poesia é a concretude de Deus

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Escolas de Línguas

Escola Inglês e Espanhol - CCAA

Rua 7 de setembro, 1225 - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5699
Hotéis

Hotel Escobar

Rua Marechal Mallet, 1850 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-2078
Restaurantes

Restaurante Viana

Rua Marechal Mallet, 773 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 2654
Ver Mais
Fale com a redação