X
Tecnologia

Sob críticas, Apple censura Dalai Lama em iPhone chinês

A organização RSF (Repórteres Sem Fronteiras) condenou nesta sexta-feira (1º) a empresa americana Apple por censurar conteúdos relacionados ao líder espiritual tibetano Dalai Lama e ao líder uigur Rebilya Kadeer nos iPhones chineses.


O governo chinês considera os dois exilados separatistas e inimigos do país. Por isso, conteúdos relacionados a eles na imprensa ou na internet estão censurados.


O iPhone da Apple é comercializado no país por meio da China Unicom, sócia local do gigante espanhola Telefónica.


"Os usuários do iPhone na China têm direito de saber ao que não têm acesso exatamente. Em interesse da transparência, a companhia deveria comunicar a lista completa das aplicações censuradas e os critérios de seleção utilizados", afirmou a RSF.


A organização acrescenta que se a Apple cedeu à pressão das autoridades chinesas, "o grupo americano se unirá assim ao clube das empresas da censura" nesse país, "uma grande decepção para uma empresa conhecida pelo seu espírito criativo, com o lema 'Pense diferente'".


Os porta-vozes da Apple se limitaram a dizer que "cumprem com as leis locais".

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cidades

Jovem é socorrido após ser mordido por queixada no Pantanal

Corpo de Bombeiros realizou resgate aéreo da vítima

Serviço

Servidores de Aquidauana participam de treinamento sobre 'Lei das Licitações'

Lei estabelece normas gerais de licitação e contratação para as administrações públicas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo