28 de setembro de 2021
Anuncie Aqui
Tecnologia

Vídeos viram clipes e ganham nova vida na internet

28 JAN 2009 - 10h21min
Terra

Companhias de mídia se apressam em reformatar seus vídeos para a internet, e algumas dizem que mal conseguem acompanhar a crescente demanda dos anunciantes. Videoclipes de programas de TV e tomadas de bastidores são onipresentes online - mas como eles chegam lá?

Central Pax_10

Parte da resposta está na sede da Discovery Communications, onde uma pequena equipe de editores vasculha o cofre de 23 anos com os vídeos do canal Discovery, procurando por ataques de animais, animações de dinossauros e curiosidades científicas. Programas antigos que normalmente não seriam reprisados no Discovery ou em outros canais a cabo podem ser adaptados para a internet, fazendo semanalmente a "Semana do Tubarão", com três minutos por vez.


Como os internautas passam cada vez mais tempo assistindo a vídeos acompanhados de anúncios, eles estão rapidamente se tornando uma fonte de renda adicional para as companhias de mídia. Embora o novo meio não esteja protegido do desaceleramento econômico, a empresa de pesquisa eMarketer prevê um acréscimo de 45% nos gastos com vídeos online em 2009, evidência do acentuado crescimento da produção de vídeo para a web.


Talvez isso explique as palavras "futuro digital mais brilhante" escritas em tinta azul no quadro branco próximo à escrivaninha de Josh Ferg. Ele é um dos oito produtores-editores, ou preditores para encurtar, que criam vídeos pequenos para a web na Discovery.


Apesar do nome infeliz do cargo - "acho que a 'Dateline NBC' o arruinou," brincou Ferg, se referindo à franquia "To Catch a Predator" (Capturar um Predador) da revista online - a Discovery vê a equipe como uma parte importante de sua estratégia para a internet. Os produtores-editores já fizeram 4.500 vídeos para os websites da Discovery este ano, ajudando a companhia a registrar oito milhões de visualizações de vídeo em novembro.


Embora o mercado de propaganda online tenha desacelerado bastante devido à fraca economia, o vice-presidente executivo para mídia digital da Discovery, Josh Freeman, disse que a demanda dos anunciantes para vídeos permanece robusta. Quando questionado se os anúncios atrasavam a criação de conteúdo, respondeu: "Em vídeo? Claro que não."


Quando Freeman chegou à companhia, após deixar a AOL em meados de 2007, concluiu que a Discovery, disse, "estava simplesmente deixando dinheiro sobre a mesa" quanto aos vídeos online. Agora, ele afirma, a empresa procura recuperar o tempo perdido.


Em maior extensão que a maioria das companhias de mídia, a Discovery possui os direitos do conteúdo que transmite. Como possui 13 redes, incluindo TLC, Animal Planet e Science Channel, a companhia conta com incontáveis milhares de horas de gravação para lucrar. E como muitos de seus episódios televisivos são atemporais, os clipes podem ser relevantes a internautas anos após sua transmissão original.


"Guepardos ainda matam gazelas da mesma forma que há três mil anos," disse Doug Craig, vice-presidente sênior para produção de mídia digital, "e além de tudo isso, não precisamos pagar direitos autorais."


Para isso, a Discovery contratou seis funcionários temporários para "maximizar a biblioteca," disse Craig. Eles reformatam programas antigos em clipes curtos para o site explicativo HowStuffWorks, uma aquisição recente da Discovery, e para outras plataformas da companhia.


Isso dá mais tempo a Ferg e os outros produtores-editores em período integral para projetos mais complexos. Às vezes, eles misturam diversos vídeos para criar séries originais com novos gráficos e narrações. Exemplos recentes incluem Jaws and Claws, sobre a relação entre predador e presa, e Strange Science, sobre todo tipo de fenômeno bizarro. O Science Channel recentemente encurtou seus últimos segmentos em vinhetas de 30 segundos.


Quase todo vídeo tem menos de cinco minutos. Killer Clips, uma série de clipes de 30 a 40 segundos sobre matança de animais, se mostrou especialmente popular no website do Animal Planet. Mas Ferg evita o termo clipe porque, segundo ele, simplifica demais o processo. "É sempre uma história," diz, seja de uma hora ou de um minuto.


Quando os produtores-editores querem reformatar programas muito antigos, a contínua digitalização do acervo da Discovery os permite vasculhar o cofre cada vez mais fundo. Um arquivo em Sterling, Virgínia, armazena 1,3 milhão de fitas com episódios antigos; quando um produtor quer selecionar algo de uma dessa fitas, ela é levada a um centro de edição a algumas quadras da sede da Discovery e uma cópia digital é criada.


Todos os programas são matéria-prima para clipes online. Freeman particularmente aprecia os vídeos em super câmera-lenta de Time Warp, que mostram o impacto do soco de um boxeador ou uma explosão de fogos de artifício. O programa de meia hora funciona bem em sua variação de um minuto.


Alguns vídeos parecem estar destinados a se tornarem virais. Colocá-los em sites como YouTube claramente ajuda.


A série MythBusters (Os Caçadores de Mitos, em português) é provavelmente o programa mais popular no formato de clipes. Um vídeo de um de seus apresentadores, Adam Savage, inalando hélio e explicando os efeitos da mudança de voz teve mais de um milhão de visualizações no YouTube. Nos próximos meses, a Discovery vai começar a vender anúncios para seus vídeos no YouTube, criando outra fonte de renda para a companhia.


Recentemente, os vídeos curtos do Discovery.com tiveram anúncios de companhias de produtos ao consumidor final, fabricantes de eletrônicos e Exército americano. A indústria do vídeo online continua a sofrer pela falta de um formato de anúncio específico ou de medidas padronizadas, mas Freeman está otimista sobre o dinheiro da propaganda.


"Esses dólares vão chegar," disse. "Quero estar lá quando eles chegarem."

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Vítima de um câncer, morre professora aquidauanense Nara Ortencia

2
Policial

Homem perde a vida ao atravessar Rio Miranda a nado

3
Aquidauana

Princípio de incêndio interdita Ponte Velha em Aquidauana

4
Policial

Policiais civis deflagram segunda fase da operação e prendem mais um envolvido

Informe Publicitário

Informe

Restaurante Pira passa por reforma e já volta no dia 1º

Previsão do Tempo

min24 max37

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min24 max37

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
1,99m
Miranda
2,01m
Paraguai
0,19m

Colunas e Blogs

Valdemir Gomes

Mais...

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

AI de ti, AQUIDAUANA!

Gabriel Novis Neves

MANIA NOVA

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Pousadas

Sítio Ana Paula

BR 262 Km 487, s/n - 79210-000 Anastácio/MS (67) 3241-2591
Hotéis

Hotel de Trânsito do Exército

Rua 7 de Setembro, 1575 Guanandy - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-6973
Restaurantes

Joinha Restaurante e Pizzaria

Rua Antonio João, 443 Bairro Alto - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241 5754
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo