X

O Brasil acaba de receber da Associação Internacional dos Operadores de Turismo de Golfe (IAGTO) o prêmio de "Revelação do Ano" como destino para a prática do esporte. O anúncio do IAGTO Awards 2010 foi feito na noite desta quinta-feira (19) em Málaga, na Espanha, no encerramento da International Golf Travel Market (IGTM) - principal feira mundial do turismo de golfe.


A escolha foi feita por 100 jornalistas, de 25 países, especializados no segmento. A eleição é organizada pela International Golf Travel Writers Association (IGTWA). A Embratur, em parceria com os profissionais do setor, vem promovendo o País como destino internacional para a prática do golfe. A meta é tornar o País referência mundial do turismo de golfe, modalidade esportiva, aliás, que fará parte do Programa Olímpico a partir dos Jogos de 2016, no Rio de Janeiro.


Atualmente, há 20 campos de golfe em destinos turísticos, segundo a Confederação Brasileira de Golfe (CBG), nas regiões Nordeste, Sul e Sudeste. Existem ainda mais de 30 projetos de novos campos, principalmente ligados a resorts no Nordeste.


"A escolha do Brasil como destino revelação, feita por jornalistas especializados em golfe, é um reconhecimento do trabalho realizado nos últimos anos, de profissionalização deste nicho, construção de novos campos de nível internacional no País e da promoção de destinos brasileiros entre operadores turísticos e imprensa especializada", disse a presidente da Embratur, Jeanine Pires. "Estamos muito satisfeitos com o prêmio, que só nos incentiva a incrementar ainda mais a divulgação do Brasil como destino mundial para a prática de golfe".


Segundo a publicação US Golf Economy Report, o turismo de golfe movimenta no mundo anualmente US$ 30 bilhões, gerados por aproximadamente 15 milhões de jogadores que viajam para praticar ao menos uma vez por ano. No Brasil, o golfe movimenta cerca de R$ 500 milhões por ano, segundo estimativa da Confederação Brasileira. Mas ainda não há estimativas de quanto o turismo de golfe gera de receita no País. De acordo com a IAGTO, o turista-golfista gasta de 50% a 100% a mais do que o turista convencional. O segmento atrai um turista com renda anual superior a US$ 45 mil e predisposição a pagar diárias acima de US$ 500.


O Brasil concorreu com outros 20 países, entre eles Alemanha, Costa Rica, Índia e Suíça. Veja alguns dados sobre o golfe no Brasil:


- Número de campos atualmente: 110


- Campos ligados a condomínios: 18


- Campos ligados a destinos turísticos: 20 (15 ligados a resorts ou hotéis e outros cinco em pontos turísticos, com convênio com hotéis próximos)


- Número de campos há dez anos: menos de 80


- Número de praticantes brasileiros: 25 mil


- Número de praticantes há dez anos: sete mil


- Projetos de novos campos: 30 a 40, principalmente ligados a resorts no Nordeste.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Tempo

Inmet emite alerta de queda de temperatura em Aquidauana e região

Queda pode variar de 3 a 5°C na média da temperatura

Polícia

Polícia prende 5 por ligações clandestina de energia em imóveis de Sidrolândia

Sete imóveis foram flagrados por furto de energia elétrica

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo