24 de junho de 2021
Anuncie Aqui
-->
Turismo

Ministério divulga levantamento sobre 65 destinos turísticos

11 ABR 2008 - 07h31min
revista hotelaria

O Estudo de Competitividade dos 65 Destinos Indutores do Desenvolvimento Turístico Regional, apresentado nesta segunda-feira (7), na cidade do Rio de Janeiro, é um levantamento inédito. O trabalho, encomendando pelo Ministério do Turismo, fornece informações variadas que vão permitir definição de políticas, racionalização na aplicação de recursos e implantação de ações efetivas para o desenvolvimento da atividade, através de parcerias com lideranças políticas, empresariais e institucionais como o Sebrae.

Padaria e Mercearia Dois Irmãos - Institucional - Junho21 - 02

A Fundação Getúlio Vargas (FGV), autora do trabalho, levou em conta diversos indicadores para analisar o potencial competitivo: sustentabilidade, políticas públicas, economia, infra-estrutura, equipamentos turísticos e capacidade empresarial. A proposta é fazer com que os destinos, escolhidos por serem capazes de induzir o desenvolvimento regional, ganhem padrão de qualidade internacional e se tornem referência no País.


O resultado do levantamento foi apresentado na sede da Confederação Nacional do Comércio (CNC), por meio da Rede Sesc-Senac de Teleconferência, que transmitiu o evento para as 27 capitais, onde estavam reunidos governadores, prefeitos, secretários de turismo, parlamentares das Comissões de Turismo do Senado e Câmara, lideranças empresariais e profissionais ligados ao setor.


"Planejamento é a palavra-chave. Com diagnóstico preciso é possível identificar problemas, definir ações e investimentos. Esta é uma ferramenta poderosa para dar um salto de qualidade, porque não dá para trabalhar no abstrato. Com dados é possível estabelecer metas que podem ser cobradas", disse a ministra do Turismo, Marta Suplicy. Ela ressaltou a importância dos parceiros para a realização do trabalho.


"O Sebrae já trabalha com quase todos esses destinos indutores. No entanto, consideramos o diagnóstico como um fato marcante, porque podemos ajudar ainda mais o País a discutir ações e a buscar soluções focadas", ressaltou o presidente do Sebrae, Paulo Okamotto, que participou do evento.


"Nossa responsabilidade é atuar para superar deficiências e gargalos. Com este trabalho conjunto, o Brasil tem tudo para implantar um modelo que ajude os demais destinos turísticos do Brasil e também para servir de referência para outros países, levando em conta o desenvolvimento econômico, responsabilidade ambiental e sustentabilidade", assinalou Paulo Okamotto.


Para que o estudo se converta em ações, serão realizados seminários em cada um dos destinos e os resultados serão discutidos com as autoridades e a população. A ministra destacou que a avaliação de cada item só será divulgada localmente, para que não seja confundida com uma disputa. "O que queremos é que a competição se dê a nível local, onde cada um vai procurar melhorar o que é mais importante. Para o turismo de negócios, por exemplo, a tecnologia wireless (que permite conexão de computadores sem necessidade de cabos) é muito importante. É importante que cada um estabeleça suas necessidades para atender às demandas específicas", esclareceu.


Kit com dicas: Cada um dos destinos também vai receber um kit com dicas de como fazer um folder, listagem das atrações locais e um CD-Rom com fotos que poderão ser utilizadas para propaganda. Todo este material foi concebido como modelo e será importante para o marketing, tido como um dos pontos mais vulneráveis segundo o estudo.


Infra-estrutura foi o item melhor avaliado. Segundo a ministra, os investimentos já realizados deverão melhorar ainda mais com os recursos previstos dentro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).


A primeira avaliação dos resultados será feita em 2010. "Definimos esta data porque teremos eleições municipais. Os novos prefeitos vão precisar de um tempo para tomar pé da situação e implantar as mudanças', explicou a ministra.


O presidente da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, Albano Franco, disse acreditar que o país poderá superar a meta definida até 2010 de cinco para sete milhões de turistas, por conta de todas as ações governamentais que estão sendo implementadas. "Parabenizo a ministra pelas negociações recentemente concluídas junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para criação de uma linha de crédito de US$ 1 bilhão para o Prodetur", enfatizou.


Pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional), estados e municípios interessados no desenvolvimento da atividade turística poderão solicitar recursos diretamente ao BID, de acordo com critérios acordados entre o Ministério do Turismo e o Banco Interamericano.

 

Veja também

Mais Lidas

1
Aquidauana

Lésbica aos 30, Katia se livrou de segredo para seguir "feliz e completa" ao lado da esposa e filhos

2
Geral

Homem é encontrado desmaiado próximo ao túnel de Anastácio

3
Geral

Confira as oportunidades da Casa do Trabalhador de Aquidauana

4
Policial

Com moto roubada, dupla planeja assaltar joalheria e acaba presa

Informe Publicitário

Informe

View Energy garante economia de até 95% na sua conta de luz!

Previsão do Tempo

min20 max34

Aquidauana

Sol com algumas nuvens. Não chove.
min20 max34

Anastácio

Sol com algumas nuvens. Não chove.

Níveis dos Rios Hoje

Aquidauana
2,11m
Miranda
2,21m
Paraguai
1,54m

Colunas e Blogs

Maria de Lourdes Medeiros Bruno

PARTE XXIII: AUTOESTIMA: FORTIFICÁ-LA!

Valdemir Gomes

Com...

Gabriel Novis Neves

EDUCAÇÃO

Ver Mais Colunas

Guia Cidade

Automóveis

Centro Automotivo Globo

Rua Theodoro Rondon, 347 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4357
Pousadas

Fazenda Santa Cruz

Acesso por Taunay, - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3686-1016 / 324 www.fazendasantacruz.tur.br
Advocacia

Gustavo Pellicioni

Rua Manoel Antônio Paes de Barros, 415 Centro - 79200-000 Aquidauana/MS (67) 3241-4900 / 324
Ver Mais
2
Entre em nosso grupo