X
Turismo

No México, Todos Santos mostra duas faces opostas


Do lado do Pacífico da Baixa Califórnia Sul, a cerca de 70 km de San José del Cabo, Todos Santos faz parte do grupo de 20 cidades do projeto "Pueblos Mágicos", que faz referência a sua riqueza histórica, cultural e arquitetônica.


Antes de se aventurar pelas ruas de pedra, deixe de lado preconceitos e certifique-se de ter uma garrafa de água a tiracolo para espantar o calor.


Depois, comece o passeio pela igreja de Santa Rosa de Las Palmas, erguida em 1730. Apesar do acabamento simples da nave e do altar, a igreja tem uma linda imagem da santa na entrada que merece atenção.


Na saída, preste atenção na pracinha e no coreto, que destoam completamente do resto da cidade --que, na verdade, parece ser duas em uma.


Além do lado poeirento da entrada, há uma parte da cidade que parece ser cenográfica. Nela há prédios de tijolinhos, fachadas bonitas e tudo, tudo muito arrumadinho.


Desse lado é que se localiza a parte cultural da cidade, que se tornou uma espécie de reduto de artistas regionais nas últimas décadas.


A galeria La Coronela, por exemplo, reúne obras do artista Victor Vega. Com cores vivas, ele retrata mulheres e figuras geométricas em seus quadros, que podem custar US$ 600.


Se quiser encontrar pechinchas, fuja da loja do hotel Califórnia, o mais famoso da cidade. Dizem alguns moradores que ele teria inspirado a música do grupo Eagles de mesmo nome. A lojinha --assim como o jardim interno-- é linda, mas tem preços altos.


A calle Juarez concentra dezenas de pequenas lojinhas com cerâmicas locais (a partir de US$ 5 a peça), bolsas de palha (a partir de US$ 8), vestidos e batas com bordados de flores a la Frida Khalo (de US$ 20 a US$ 80). Há também anéis, colares e pulseiras de prata vendidos num sistema diferente. Para determinar o preço, os vendedores pesam as peças numa balança quase arcaica.


Ao sul de Todos Santos ficam Los Cerritos, Las Palmas e San Pedrito, algumas das praias mais visadas por surfistas. Na beira da estrada que leva à costa dá para ver "summer camps" (alojamentos simples praticamente à beira-mar).


Conforto não é prioridade por ali, por isso, não vá à praia esperando barracas luxuosas e serviço cinco estrelas.


Em Los Cerritos, o principal restaurante local tem um cardápio tipicamente mexicano, com tacos, encilladas e burritos. E uma decoração um tanto kitsch --quadros e suvenires estranhos-- que lembra bares californianos. / Imagens: Ana Sousa/Folha Imagem

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

2024

Iniciativa de MS ganha reconhecimento pelo Observatório Nacional de Segurança Viária

Programa da TVE foi destaque nacional do Maio Amarelo

Inmet

Máxima prevista para Aquidauana nesta sexta-feira é de 30°C

Não há previsão de chuvas

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo