X
Proibido

Prefeitura de Bonito proíbe alimentar animais silvestres e alerta turistas

A prática é crime e pode inclusive render multa

Macaco com lata de refrigerante / Divulgação/ Prefeitura de Bonito

A Prefeitura de Bonito está alertando a população e os turistas sobre oferecer alimento para os animais silvestres da região. O ato é crime e pode gerar multa caso o ato seja feito em estabelecimento comercial como forma de chamar atenção dos animais.

Uma das preocupações é com o macacos prego que apesar de já ter se habituado com os seres humanos, podem se tornar agressivos por conta dos alimentos. Acostumados a receberem comida, eles acabam invadindo as mesas dos restaurantes pegando os alimentos e bebidas dos clientes, fuçando lixeiras e até mexendo nas bolsas dos banhistas em busca de algo para comer.

Ao Campo Grande News, a secretária de meio ambiente do município, Ana Trevelin, explica que ao oferecer alimento fácil, interfere no comportamento destes animais.

Essas alterações torna-os mais vulneráveis para predadores (humanos ou não), “além de diminuir sua capacidade de sobrevivência na natureza, alterar seus ciclos reprodutivos, tornando-os dependentes do alimento fornecido pelos humanos”, comenta.

Além de en fraquecer o sistema imunológico dos animais, eles podem se tornar ainda mais agressivos e perigosos, podendo transmitir doenças como raiva, febre hemorrágica, hepatite e tuberculose aos humanos.

“Esses animais já possuem suas dietas alimentares adequadas, mesmo em períodos de seca como o que estamos entrando agora. Alimentos humanos possuem açucares, sal, temperos e uma infinidade de produtos químicos que interferem na saúde bucal e biológica dos macacos, o que pode levar ao desenvolvimento de doenças que afetem todo o bando”, completa Trevelin.

O crime está previsto na Lei Estadual de Crimes Ambientais 5673/2021, em seu artigo 3º que afirma que “considera-se abuso ou maus-tratos contra os animais, entre outras condutas cruéis: (...) oferecer alimento sem autorização do órgão responsável a animais silvestres em vida livre, nas áreas públicas, privadas e Unidades de Conservação”.

Conforme a prefeitura, haverá investimentos para ampliar a sinalização informativa para os visitantes, “mas pede apoio à população para que ajudem a disseminar a informação de que é crime ambiental oferecer alimentos para a fauna silvestre”.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Obras

Convênios: municípios recebem mais R$ 22,6 milhões para infraestrutura urbana

Os repasses estão sendo feitos por meio de convênios com a Agesul e Seilog

Economia

Mega-sena acumula e sorteia R$ 37 milhões na próxima terça-feira

Dezenas sorteados no sábado foram 27 - 45 - 49 - 53 0- 55 - 59

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo