X
Turismo

Promoção turística do Mercosul no Japão terá fundo próprio a partir de 2011

Prazo foi definido no Encontro de Coordenadores Nacionais da RET

O fundo de US$ 600 mil para manutenção do Projeto de Promoção Turística do Mercosul no Japão entrará em funcionamento em 2011. O prazo foi definido no Encontro de Coordenadores Nacionais da Reunião Especializada em Turismo (RET), ocorrido há uma semana, em Buenos Aires, e permitirá que Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina se adaptem ao novo modelo de financiamento da promoção conjunta dos quatro países no mercado japonês. Até 2010, esse trabalho era financiado em grande parte pelo governo, por meio de sua agência de promoção de negócios. Com o fim do acordo de cooperação, os quatro países sul-americanos decidiram assumir o financiamento integral das ações de promoção.

Enquanto o fundo não for efetivamente constituído, os países remeterão os recursos diretamente ao escritório conjunto que gerencia o Projeto, com sede em Tóquio. O Brasil paga a maior parte dos custos (65%), seguido por Argentina (20%), Paraguai e Uruguai, com 7,5% cada um. A proporcionalidade se baseia no número de turistas japoneses que cada país recebe. “Essa iniciativa pioneira, além de exemplo para futuras ações de consolidação do bloco, ajudou a aumentar o fluxo de turistas japoneses para a América do Sul”, afirma o diretor do Departamento de Relações Internacionais do Ministério do Turismo do Brasil, Patric Krahl, que participou da RET. No início do projeto, em 2003, 68.801 turistas japoneses visitaram os quatro países. Em 2008, foram 110.661 visitantes, um aumento de 60,8%.

Na reunião também foi discutida a harmonização de regras e procedimentos nas fronteiras do Mercosul como forma de assegurar o aumento do fluxo de turistas entre os quatro países. O tema voltará à pauta no próximo Seminário Internacional de Turismo de Fronteiras (Frontur), no Paraguai, sem data definida.

Os coordenadores ainda aprovaram o folheto informativo do Mercosul, que está sendo produzido pelo Paraguai e será distribuído nos pontos de fronteira terrestre dos países-membros, com o objetivo de orientar os turistas sobre os documentos e procedimentos exigidos em cada país do Mercosul. Outros temas discutidos foram o plano de divulgação conjunta do Mercosul por ocasião da realização de grandes eventos internacionais na América do Sul (como Copa do Mundo e Jogos Olímpicos) e a incorporação da Venezuela ao bloco.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Justiça

Defensoria encontra erro em inventário e garante restituição de R$ 11,3 mil

A assistida fez o pagamento do Imposto ITCD sobre um bem imóvel isento

Mundo

Brasil pede esforço para conter tensão no Oriente Médio

País manifesta preocupação com intensificação do conflito

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo