X
Turismo

Seprotur destaca ação para o fomento de parcerias China-MS

Missões chinesas no Mato Grosso do Sul devem promover a criação de parcerias comerciais, industriais e de transferência de tecnologia. A afirmação é da secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, que acredita que está ação promovida pelo governo estadual traga efeitos multiplicadores ao desenvolvimento regional.

“Este é o grande papel do Governo Estadual, promover o fomento e a troca de informações entre um dos maiores mercados mundiais, e os investidores e produtores sul-mato-grossenses”, assegurou.

Para a secretária da Seprotur, esta aproximação, provocada pela ida do Governador André Puccinelli até a China em outubro passado, somada as ações que criaram entre as duas regiões estados irmãos, abre oportunidades únicas para os investidores das duas regiões. “Temos matéria-prima para grande parte das necessidades chinesas, e, do outro lado, podemos ter acesso a importantes inovações tecnológicas e equipamentos industriais que agregaram valor aos nossos produtos”, afirmou.

De acordo com o governador do Estado, André Puccinelli, durante audiência em que recebeu empresários Guo Mao Qiang, chefe do escritório em Shanghai da Associação Chinesa para a promoção de Ciência, Tecnologia e Finanças e Jing Gu - seu vice – o estado e boa parte dos municípios já possui política de fomento a industrialização, capazes de solidificar importantes iniciativas.

“Grande parte de nossos municípios conta com modernas leis de incentivos, que somadas a legislação estadual, dão total segurança e competitividade para importantes investimos”, comentou.

O presidente da câmara de comércio Brasil-China, Charles Tang, destacou o pioneirismo e arrojo do Mato Grosso do Sul em buscar parcerias e investidores no maior país da Ásia. Ele aproveitou para aconselhar aos empresários brasileiros e sul-mato-grossenses que tem algum interesse neste país, que busquem informações junto as suas associações comerciais, estado e também na Câmara, no Rio de Janeiro. “É preciso entender a cultura chinesa e quais seus interesses em investimentos no Brasil”, e conclui, lembrando que há um carinho muito grande dos chineses pelos brasileiros e muitos recursos disponíveis para investimentos. “Lá está o dinheiro e as oportunidades”, conclui.

Para maiores informações com a câmara de comércio e Indústria Brasil-China, o contato por ser feito via pagina na internet: www.camarabrasilchina.com.br.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

MEC divulga resultado da segunda chamada do Prouni

Lista de pré-selecionados atrasou quatro dias

Economia

Mega-Sena pode pagar R$ 185 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19 horas, no horário de Brasília

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo