X
Feminicídio

Investigador policial mata esposa e, em seguida, comete suicídio

Os motivos que desencadearam o desentendimento que culminou em um assassinato seguem sendo apurados pela Polícia Civil

O investigador da polícia identificado como Adalberto Duarte da Silva assassinou a esposa Lívia Cathiane a tiros e, em seguida, atirou contra a própria cabeça na tarde desta quinta-feira (2), cometendo suicídio em Jardim (MS).

De acordo com informações apuradas pela equipe de reportagem do jornal O Pantaneiro, Adalberto já havia sido diagnosticado com transtorno psicológico e feito tratamento há, aproximadamente, 6 anos. Um colega do investigador, que conversou com nossos jornalistas e não quer ser identificado, informou que, logo após a formatura, ele trabalhou em Porto Murtinho, Guia Lopes da Laguna e Jardim. O autor do crime teria, recentemente, ido visitar o seu colega durante o plantão, sem demonstrar qualquer transtorno comportamental.

O casal teria se desentendido na varanda da casa por algum motivo ainda não esclarecido e, em seguida, o homem atirou contra mulher e depois na própria cabeça.

Informações ainda dão conta de que o filho dele, de 17 anos, e a irmã da vítima teriam presenciado toda a cena.

Peritos e equipes policiais seguem investigando o crime.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Saúde

Anvisa atualiza informações sobre rotulagem nutricional

Documento conta com 207 questões sobre a regulamentação

Tecnologia

Operadoras de jogos online deverão prevenir lavagem de dinheiro

Medida foi publicada nesta sexta no Diário Oficial

Voltar ao topo

Logo O Pantaneiro Rodapé

Rua XV de Agosto, 339 - Bairro Alto - Aquidauana/MS

©2024 O Pantaneiro. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

2
Entre em nosso grupo